Doce Timidez - Página 3 de 37 - Levando leveza e utilidade para o seu dia a dia!

Doce Timidez

Musicas que me marcaram, venha ouvir!

11.10.2016

Olá, tudo bem com você? O post de hoje vai ser pessoal, vou contar as musicas que me marcaram e sempre que ouço sinto aquela nostalgia, de momentos tanto bons como ruins, onde elas me deram força.

This is Me – Camp Rock

Ok, essa música é meio brega, mas quem nunca viu os filmes da Disney e cantou a todo os pulmões junto? Camp Rock não é um dos meus filmes preferidos, mas eu amo a música This is Me, sempre fui e ainda sou bastante insegura comigo mesma, sempre tive medo de tudo e ter um música que fala que essa sou eu e que eu estou exatamente onde devia estar, é bom sabe? Sempre cantei e ainda canto com todo o coração.

musicas que me marcaram: this-is-me

The Climb – Miley Cyrus

Essa música da Miley é maravilhosa em todos os sentidos, eu a amo e já ouvi em diversos momentos que estava para baixo e pensando em desistir de algo, pois “sempre haverá outra montanha e eu sempre vou querer movê-la”

musicas que me marcaram: Gif com uma frase da musica the climb da miley cyrus

Let it Go – Frozen

E aqui temos outra música da Disney e essa até recente. Como eu disse ali em cima, sempre fui muito insegura e essa música é sobre libertação, ser quem você é, sabe? Participei de um concurso onde o ganhador iria para Las Vegas e eu brincava que se ganhasse iria tirar uma foto lá com uma placa escrito “No right, no wrong, no rules for me I’m free”

musicas que me marcaram: let-it-go

Desconstruindo Amélia – Pitty

Pitty é maravilhosa e essa música dela é tão maravilhosa quanto ela! Eu passei por uma fase de empoderamento nesses últimos dois anos e essa música me tocou, principalmente na parte “Nem serva, nem objeto, hoje ela quer ser um também”

musicas que me marcaram: descontruindo-amelia

What’s the Hell – Avril Lavigne

No início da faculdade eu ouvi muito essa música, muito mesmo, hoje em dia nem ouço direito porque enjoei, mas eu amo essa coisa meio “foda-se” que essa música passa. “Toda minha vida eu fui boa, mas agora ah, que se dane”, inclusive no ano em que fiquei viciada nessa música, pulei de paraquedas hahaha

musicas que me marcaram: whats-the-hell

Flashlight – Jessie J.

A vida não é cor de rosa e nem só flores, às vezes é difícil ver a luz no fim do túnel e foi em um desses momentos em que viciei em flashlight, a letra é maravilhosa e a melodia também.

musicas que me marcaram: flashlight

What’s Up – 4 Non Blondes

Não sei muito bem o motivo de eu estar viciada nessa música nas últimas semanas, só sei que eu não estou conseguindo parar de ouvir ela. É uma música bonita e que me toca de uma maneira que não consigo atualmente descrever.

Criei uma playlist no spotify com as musicas citadas nesse post, caso queria ouvir.

Essas são as musicas que me marcaram ao longo dos meus vinte e dois anos, talvez tenha havido outras, mas essas são as que me lembro.

E você tem alguma música que te marcou? Me conta aqui nos comentários!

Acompanhe o Doce timidez nas redes sociais!
Twitter | Facebook | Instagram | Bloglovin | Youtube | Snapchat {docetimidez}

Odeia academia? Se exercite com esportes alternativos

07.10.2016

Olá, como você está? O post de hoje é para quem odeia academia e puxar uns ferros hahaha

Eu sempre odiei academia e nunca consegui me visualizar fazendo, mas a uns anos atrás minha mãe colocou minha irmã no Karatê e logo após começava uma aula de “Jump”, fiquei com ela assistindo um pouco antes de ir embora e adivinhem? Me senti contagiada só olhando a aula e fiquei com vontade de fazer.

Minha mãe também gostou da aula e tentou me convencer a fazer com ela, mas não sou fácil de convencer e por sempre odiar e ter uma certa repulsa com academia, falei que não queria, que não iria aguentar, que era muito pesado para mim, porém minha mãe é mais influente e acabou me convencendo e entrei.

Por incrível que pareça, foram os melhores meses da minha vida, eu estava numa época tão estressante (vestibular), que acabou sendo uma válvula de escape, onde eu passava o dia desejando que a noite chegasse para poder só pular e esquecer de tudo um pouco.

Na academia aqui perto não tinha muita coisa, só combat, jump e pilates com a bola, na época não curti muito combat, amei jump e demorei uns meses para começar pilates porque tinha medo de cair da bola ;x mas depois que comecei foi puro amor, dor no abdome e equilíbrio e postura melhorando ♥

Acabei saindo da academia porque o professor que dava a aula de jump e pilates saiu e não consegui me adaptar ao novo professor, desde então estou querendo voltar a fazer exercício físico, mas ou não tenho tempo ou não tenho dinheiro.

Pensando nessa minha repulsa por academia, resolvi fazer esse post sobre algumas alternativas, que busquei para mim nesse último ano.

Aeróbios

Existe uma gama muito grande exercícios, Jump, Bike, Pilates e Yoga, que parecem divertidos e até uns chatos como alongamentos, abdominais e exercícios locais, são algumas opções. Foi com os aeróbios onde eu descobrir que praticar exercício físico não era tão ruim.

Assim que eu voltar a trabalhar pretendo achar uma academia que tenho jump, pilates ou yoga e alongamento em horários que se encaixem na minha rotina.

Pilates

Pilates é algo que tenho muita muita vontade de fazer, em academia geralmente você encontra apenas a modalidade no solo, mas em estúdios especializado em pilates, tem uma gama muito maior de aparelhos, porém dependendo de onde você morar o valor vai ser um pouco salgado, aqui em SP a maioria dos lugares 2x na semana é em torno de 400 e vamos combinar que isso não qualquer um que pode se dar ao luxo de pagar.

Dança

Sou tímida e sempre tive muita vergonha de dançar e por isso sempre que cogito fazer dança desisto ;x hahahaha Porém eu não podia deixar de colocar dança na lista, pois muita gente faz e ama. Acho incrível dança do ventre e essa nova que está tendo de “dança clipe”. Enfim, zumba, stiletto, dança de salão, jazz, forró, dança do ventre, existem diversos tipos de dança e com certeza deve ter algum que te agrade e me agrade.

Yoga

Eu fiz um mês de yoga esse ano, sempre tive vontade de fazer algumas aulas para conhecer e só posso dizer que é maravilhoso. Yoga não é ficar sentado meditando como algumas pessoas pensam, tem exercícios bem difíceis e desafiadores e que cansam. O Yoga é o equilíbrio e eu saia da aula com uma sensação tão gostosa e relaxada.

Foto por Binh Nguyen

Foto por Binh Nguyen

Luta

Nunca fui muito fã de luta e ainda não sou, mas já pensei em fazer para poder aprender um pouco de auto defesa. Existem diversos tipos de luta muay thai, jiu jitsu, judô, boxe, karatê, capoeira e cada uma tem seus benefícios. Acredito que pesquisando sobre as lutas de para encontrar alguma que agrade pelo menos um pouco. Já pensei em dar uma chance ao jiu jitsu.

Pole Dance

Pole dance surgiu sendo algo totalmente sensual, mas com o passar do tempo foi se popularizando, ganhou modalidades fitness e hoje em dia é bem mais praticado e “melhor visto”, tenho uma amiga que pratica e ama e admito que tenho vontade de fazer. Além se ser algo que provavelmente aumenta a nossa alto estima, tonifica os músculos e deve ser demais ficar de ponta cabeça pendurada no pole.

Natação

Por último e não menos importante coloquei a natação, já comentei em um post aqui que eu amo natação e que já pratiquei. Já tive muita vontade de voltar a fazer aula, mas sempre me bate uma preguiça quando penso nisso. Além da natação, também tem hidroginástica e chegou a pouco tempo no Brasil o Hidro pole, que é pole dance na água, Hidro Pole me chamou muita atenção, procurei, mas não encontrei em lugar nenhum, apenas algumas matérias contando sobre essa modalidade.

Essas são algumas alternativas que procurei para mim esse ano, pois realmente não gosto de academia e muito menos de puxar ferro.

E me conta aqui nos comentários se você pratica algum desses esportes ou se tem vontade de praticar.
Espero que tenha gostado do post!

Acompanhe o Doce timidez nas redes sociais!
Twitter | Facebook | Instagram | Bloglovin | Youtube | Snapchat {docetimidez}