Quando Cai O Raio - Meg Cabot - Doce Timidez

Doce Timidez

Quando Cai O Raio – Meg Cabot

17.01.2016

Olá, tudo bem com você?
Faz um tempão que não posto resenha, né? Li alguns livros recentemente, porém ainda não consegui escrever (inspiração você já pode aparecer viu?).

A resenha de hoje é do livro Quando Cai o Raio da Meg Cabot

Quando Cai O Raio, da Meg Cabot Autora: Meg CabotPaginas: 272Editora: Galera RecordClassificação: 4/5

Quando Cai o Raio é o primeiro livro da serie Desaparecidos lançado pela Galera Record, ao total são cinco livros, mas o ultimo ainda não foi lançado no lançados no Brasil.

Jessica Mastriani é uma garota normal ou pelo menos era até ser atingida por um raio.
Quando ela e sua melhor amiga Ruth voltavam andado da escola as duas pegaram uma tempestade e se esconderam debaixo da arquibancada de metal, loucas não? Metal atrai raio e foi isso que aconteceu, um raio acertou Jess, no começo ela se sentiu bem, não teve qualquer indicio de machucado nem nada, só que misteriosamente quando acordou no dia seguinte ela sabia exatamente onde estavam duas crianças desaparecidas.

Quando cai o raio é um livro leve, rápido e divertido de ler, narrado pela Jessica ele nós apresenta aos dons adquiridos dela, as consequências dele e como ela lida com isso.

Douglas não precisa mais ir à igreja. Em vez disso, ele fica em casa e lê quadrinhos. Sei que Douglas está doente e tudo o mais, mas eu não me importaria de ficar em casa no domingo de manhã e ler gibis. Ou assistir à televisão. Mas nunca tentei me matar, então preciso ir à igreja. E preciso ir usando um vestido que combina com o da minha mãe.Não dá para culpar uma garota por achar que Deus talvez não exista.

Quando Cai O Raio, da Meg Cabot

Gostei bastante da Jess ela é decidida e tem um ótimo humor, o que é bom, pois amo livros que me fazem rir.

Jess tem uma personalidade bem forte e qualquer coisinha explode, por isso ela vive de detenção, porém ela não se importa muito com esse detalhe, porque na detenção tem um certo “crush” dela, o Rob Wilkins.

O pai da Jess é legal e super compreensivo, já a mãe, falta um parafuso nela e me pereceu se preocupar muito com coisas superficiais, espero que ela melhore nós próximos livros.

Espero que você não esteja tendo a impressão de que foi a primeira vez que um cara me oferecer uma carona ou coisa parecida. Quero dizer, admito que tenho uma certa tendência a usar meus punhos com certa liberdade, mas não sou nenhuma baranga. Posso ser meio pequenininha, e não sou muito fã de maquiagem e nem de moda, mas acredite, eu sou bem bonitinha.

O livro é muito bom e termina de uma forma que faz você querer ler o segundo logo em seguida, esses autores que gostam de torturar o coração dos seus leitores haha <3

Acompanhe o Doce timidez nas redes sociais!
Twitter | Facebook | Instagram | Bloglovin | Youtube | Snapchat {docetimidez}

Me diga o que você achou dessa postagem!

  • Vanessa Bayer 17/01/2016

    Faz tanto tempo que não leio um livro da Meg, lembro que quando era mais nova, eu amava. ♡ Adorei a resenha! Fiquei super curiosa para ler esse livro, quem sabe não leio um dia. Um beijo ♡

    Responder

    Bruna Leite 17/01/2016

    @Vanessa Bayer, livros da Meg são maravilhosos né? Li poucos dela, tenho vontade de ler mais. Que bom que gostou da resenha, espero que você tenha a oportunidade de ler ele algum dia. Beijos <3

    Responder